Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

HORA VIP - A revista que surpreende

EM NOME DO PAI | Reportagem

Miguel Januário, conhecido pelos amigos e familiares por Michel porque nasceu em França e assim foi registado, mas quando decidiu ter nacionalidade Portuguesa não foi permitido continuar com o seu nome original.
Miguel é auxiliar de ação médica de profissão, e tem a fotografia como a sua “maior paixão”. “Para mim, são momentos que me equilibram pois, ao não pensar, estou, aí sim, verdadeiramente Vivo. No fundo, todos os “clicks” são momentos em que digo “Sim” à Vida…era assim, que no “meu mundo” ela devia ser e assim que as coisas deviam acontecer”.

Depois de mais de dois anos de progressiva decadência psíquica e mental do seu pai, foi confirmada a doença de Alzheimer e esta a chegar ao fim o seu internamento, o qual durou mais de dois meses, sendo-lhos agora colocadas as seguintes opções: Internamento em uma instituição do estado cujas as listas de espera levam anos, ou Internamento em um instituição privada.

 


“Face a estas opções só me resta tentar a seguinte alternativa e, sinceramente, a que acho mais Justa e Amorosa. Deixar o meu trabalho e ser eu a assumir os cuidados em casa. O maior problema? A parte financeira.
Ordenado miserável, gastos miseravelmente enormes, mas não gosto de me queixar, quero antes aproveitar os momentos de energia e lucidez para ter ideias que possam ajudar. No fundo, são dois os caminhos a escolher: o desespero ou a criatividade. Por isso decidi iniciar um projeto fotográfico ao qual dei o nome de Em Nome Do Pai que serve para angariar fundos. É incrível, numa situação de doença, a quantidade de coisas que terão que ser mudadas e alteradas e o arraso financeiro que o acompanha. Cama nova, colchão, almofadas, cintos de segurança, cadeira, acessórios, medicação, previsão de obras em casa ou até mudança para outro apartamento e quando se pensa que está tudo estabilizado, uma nova e imprevista ronda que abala profundamente a nível emocional e psíquico mesmo o mais estável dos Seres Humanos”.
No pouco tempo que resta do dia de Michel este consegue captar momentos de beleza natural com a sua máquina fotográfica. Tudo isto com o intuito de conseguir fundos para ajudar o seu pai. É através da sua página que vai conseguindo alguns fundos e em troca envia para quem fez os donativos dez fotografias em formato digital com alta qualidade. São as dez melhores fotografias do projeto Em Nome do Pai.
Um gesto que vale mais do que mil palavras. Um ato de entrega ao outro.