Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

HORA VIP - A revista que surpreende

PORQUÊ TREINO DE FORÇA PARA CORREDORES?

Hoje em dia é bastante comum vermos nas ruas pessoas a solo ou em grupo a realizar os seus treinos de corrida. Do ponto de vista geral, é bom saber que cada vez mais as pessoas interessam-se por treinar. O maior problema é que a grande parte dos corredores apenas corre e não faz qualquer tipo de treino de força.

É neste pequeno grande pormenor que as pessoas falham. Praticamente todos os dias deparamo-nos com novos estudos de elevada relevância a referir que o treino de força é o que melhor ajuda na prevenção de lesões. Deste modos vamos apresentar algumas razões pelas quais se deveria realizar treino de força, à medida que temos os nossos treinos de corrida.

action-action-energy-adult-9360941.jpg

Previne Lesões

Este é o aspeto mais importante do treino de força para corredores. É a realizar treino de força que vamos preparar melhor os nossos músculos e articulações para que o nosso corpo consiga suportar as grandes cargas constantes que que aplicamos nos nossos joelhos e tornozelos. Assim, é bastante importante que muito do nosso treino seja aplicado na cadeia inferior e realizar exercícios como o lounge, agachamento, box jump, etc. Desta forma estaremos a preparar os nossos músculos de forma correta e a tentar prevenir lesões que possam ocorrer por não treinar. Também é importante treinar o core, para que haja estabilidade na nossa corrida e não haja perda de energia com o corpo a tentar corrigir mas posturas.

Melhora a postura de corrida

Um treino de força completo e bem estruturado irá também proporcionar ao atleta realizar exercícios que melhorem a sua postura de corrida, para que o dispêndio de energia seja mais reduzido e ajudar a obter melhores resultados. Estes exercícios devem focar-se principalmente no alinhamento das pernas e dos joelhos, no core de forma a haver uma maior estabilidade corporal e por fim nos membros superiores (braços e ombros), para que haja uma melhor coordenação entre os membros superiores e inferiores.

Sabiam que: Se a cadeia de movimento dos membros superiores for rápida, este aspeto irá obrigar a que os corredores corram mais rápido.

Músculos mais fortes e resistentes

O treino de força como a maioria sabe irá provocar uma alteração nas fibras musculares, mas também no sistema nervoso. Em relação ao primeiro aspeto, podemos dividir as fibras em dois tipos principais, fibras tipo 1 e tipo 2. Para corredores de grandes distâncias, deve-se focar mais mais no primeiro tipo de fibras, uma vez que este é o tipo de fibras que está relacionado com a resistência. Assim o nosso treino deve-se focar em musicas repetições nos exercícios, para que estas fibras estejas melhor preparadas para aguentar o esforço e não haver uma grande perda de energia. Em relação ao segundo ponto (sistema nervoso), o treino de força irá provocar alterações nos neurónios que farão com que estes se tornem mais rápidos a responder aos estímulos. Desta forma é importante salientar que o treino de força irá provocar o estimulo necessário para que o sistema nervoso obtenha alterações significativas.

VEJA O BLOG ANTÓNIO BORGES FITNESS

#sempreatreinar